AYURVEDA - Parte I


     O Ayureveda teve origem no continente indiano em tempos bastante remotos; tempos em que vivíamos de acordo com os ritmos da natureza. Acordávamos e dormíamos com o nascer e o pôr do Sol, comíamos o que as estações do ano nos forneciam, respeitávamos as etapas da vida, uma época em que a comunidade visava o bem estar de todos. Neste período da existência humana os "homens sábios", ou rishis, apresentaram ao homem um sistema de conhecimento bastante amplo, chamado de VEDAS.
     Os VEDAS explanam e regulam todos os aspectos da existência humana, das verdades da vida as verdades do espírito; por exemplo, a palavra Ayurveda tem origem do sânscrito Ayur = Vida e Veda = Conhecimento e/ou Verdade; unidos, estes  conceitos perpetuam a arte de manter a vida com harmonia.
     Para o AYURVEDA, saúde significa uma existência plena para a realização do Ser, e não apenas a inexistência de doenças em um nível físico e/ou emocional (mental). Saúde e Felicidade são palavras quase que sinônimas para o Ayurveda; uma vez que os transtornos físicos do corpo têm origem em ações inadequadas da mente, sobretudo as ações que envolvem as emoções, e também em ações inadequadas com corpo, que normalmente envolvem a alimentação, o sono, a sexualidade e atividades físicas (inexistência, inadequada e/ou excessiva). Além destes aspectos "tangíveis", a espiritualidade (que aqui podem ser traduzida por ações éticas e moralmente corretas) também é um aspecto extremamente relevante para a construção do bem estar. Ou seja, para que você possa viver uma vida plena, gozando de bem estar físico e mental, longevidade e com qualidade é preciso atitudes adequadas com o corpo, com a mente e com o espírito.
     Adotar o Ayurveda enquanto estilo de viver significa conhecer as ações adequadas para seu corpo (alimentação correta, quantidade e qualidade de sono, atividade física adequada e conduta sexual correta), significa aprender a reconhecer as emoções (usá-las adequadamente para seu benefício e do outro) e também reconhecer que as ações que visam o bem estar pessoal e não coletivo (espiritualidade), prejudicam bem mais ao sujeito do que ao objeto.

     AYURVEDA É UM ESTILO DE VIVER!

Nenhum comentário:

Postar um comentário